Archive for dezembro, 2011

dezembro 23, 2011

Mensagem de Natal

Neste Natal     vou amar sete bilhões de pessoas

            e nem vou reclamar da loucura desse número.

                  pensarei na criança que nasce 

                             pensarei em todas as crianças 

e renderei homenagem à força misteriosa que em nós existe, 

                e que nos manda viver 

      no reflexo que me faz recolher o dedo de qualquer espinho 

                  e na atração pela rosa, que foi o que me levou até ele.

      louvarei sem cessar o impulso de proteger os mais fracos

  de cobrir com um manto quente aqueles que dormem nas ruas

                        a indignação dos que falam pelos que não têm voz

                        — não há espetáculo de estética mais apurada

            o fogo da crítica, a ternura dos rebeldes 

                           a dedicação dos que amam os animais

     e neles percebem traços muito mais humanos do que em nós

 a candura de todos os que têm filhos e neles pensam na calada da noite

                     o laço fraterno, a textura firme da amizade neste Natal.

 amarei os que emergem do silêncio dizendo: “estou preparada para tudo…”[1]

                porque eles têm uma noção privilegiada do jogo, do tudo

                        e vão além de nossa luta diária pela sobrevivência

    sabendo que viver e morrer são bem mais do que uma simples oposição.

neste Natal amarei a Terra Mãe, a Estrela Guia, as esferas cristalinas do universo,

            “o poema de alegria, escrito pela mão que se iludia”.

          amarei intensamente todas as formas de ilusão, de fantasia, 

                   todas as formas de consciência e de compromisso 

       e reverenciarei sem hesitar tudo que é diferença…

o movimento das nuvens e das marés, as espumas brancas que enfeitam os rochedos,

                        as conchas de brilho madrepérola inconfundível, 

   amarei sobretudo a capacidade de amar e a capacidade de ser além, 

                       além de si, além do céu, além do próprio Natal.


[1] Uma mulher e tanto disse isso.

Anúncios
Tags: , , ,