Atotô do L’homme armé

cavalaria1

Por volta de 1300, a Europa originou uma das mais candentes canções anti-armamentistas existentes até hoje.Na letra desse hit medieval recomenda-se que é preciso “vigiar contra o homem armado; com um pedação de ferro”, ou seja, para vigiar contra o homem armado, todos se armam (o que havia de mais potente que um pedação de ferro?).

A ironia dessa canção, que se faz presente em sua fisionomia melódica é levada a interagir com o ritmo de Xangô, o alujá, construindo um passeio por universos de ligação entre os dois arquétipos. Essa obra quer ser uma apologia da diversidade e da habilidade de viver juntos no globo…

Já foi executada diversas vezes no Brasil (Salvador, Rio de Janeiro, Campos de Jordão) além de ter sido apresentada no Festival Sonidos de las Americas (Carnegie Hall 1996), no Lincoln Center (Juilliard Ensemble, 2003) e ainda pela Seattle Symphonic Orchestra (2004).

A versão disponibilizada foi gravada pelo Bahia Ensemble sob a regência de Piero Bastianelli.

CLIQUE AQUI – para escutar

Anúncios

One Comment to “Atotô do L’homme armé”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: